O Partido Popular (PP) e o Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE) caem nas intenções de voto, enquanto os mais pequenos Ciudadanos e Podemos sobem. O Ciudadanos regista inclusivamente a maior subida, ultrapassando o Podemos e tornando-se a terceira maior força política. Estas são as principais conclusões da sondagem divulgada esta segunda-feira do Centro de Investigações Sociológicas (CIS) de Espanha, naquele que é o primeiro barómetro da organização desde as eleições na Catalunha, a 21 de dezembro.

O Ciudadanos de Albert Rivera parece ter capitalizado com o bom resultado nas eleições catalãs e sobe nas intenções de voto, ultrapassando agora o Podemos de Pablo Iglésias. Com 20,7% das intenções de voto, tem agora mais 3% do que na última sondagem, em outubro. Contudo, também o Podemos sobe relativamente a outubro, passando de 18,5% para 19%.

os principais partidos, PP e PSOE, caem. Apesar de ser ainda a força política mais votada, o PP, que sustenta o Governo de Mariano Rajoy, perde cerca de 2% face a outubro, situando-se agora nos 26%. O PSOE também desce, passando de 24% para 23%.

O jornal El Español analisa que os resultados da sondagem ilustram a “tendência de descida do PP, que continua a perder votos para o Ciudadanos”. Relativamente às eleições parlamentares de janeiro, o PP já perdeu 6,7% nas intenções de voto, enquanto que o Ciudadanos de Rivera aumentou 7,6%.

Esta sondagem foi realizada entre 2 e 14 de janeiro e contou com quase 2500 entrevistas. O estudo anterior do CIS foi feito em outubro, antes da aplicação do Artigo 155 na Catalunha.