Um sismo de magnitude 6,4 na escala de Richter atingiu a cidade de Hualien, em Taiwan. O terramoto, que teve origem a 20 quilómetros da costa, foi sentido às 15h50 de Portugal Continental. Até ao momento há registo de seis mortes, mais de 250 pessoas feridas e 60 estão ainda desaparecidas.

Seis edifícios de Hualien ficaram bastante danificados e três deles ruíram parcialmente, incluindo um hotel, com vários pisos inferiores soterrados. Há pessoas entre os escombros. Os serviços de emergência continuam a acudir quem ficou preso no hotel que colapsou parcialmente em Hualien. Cerca de 30 pessoas estarão dentro do hotel.

Contudo, a maior parte dos hóspedes do Hotel Tongshuai estavam nos pisos mais altos, havendo três funcionários presos nos escombros e um outro desaparecido, de acordo com dados dos bombeiros. Devido à destruição causada pelo terramoto em edifícios e infraestruturas, as autoridades suspeitam que o número de mortos pode aumentar nas próximas horas, à medida que decorrerem as operações de resgate.

O sismo danificou ainda dois hospitais e duas pontes de Hualien tiveram de ser encerradas devido aos estragos. Também se registaram deslizamentos de terras que afetaram uma autoestrada central da ilha e há fendas em várias estradas e ruas, com roturas em canos de água e gás e colapso de fios elétricos, serviços que foram interrompidos em milhares de casas.

A ilha de Taiwan está entre duas placas tectónicas e não é o primeiro terramoto na região. O último grande sismo na região foi em 1999 e morreram 2300 pessoas. Em 2016 um terramoto matou mais de 30 pessoas, faz esta terça-feira dois anos que ocorreu a catástrofe. Há dois dias já se havia registado ao largo de Taiwan um sismo de 6.1, mas não causou feridos.

As primeiras imagens e vídeos do violento sismo em Taiwan

As fotografias e vídeos que circulam nas redes sociais mostram um edifício caído sobre a estrada e várias rachas no pavimento da cidade.

https://www.youtube.com/watch?v=UeQ3EdMQim0&feature=share

https://twitter.com/EvanTzeng/status/960921624147931141

Este utilizador do Twitter mostra duas imagens do hotel que desabou antes e depois do terramoto.