O número de casos diagnosticados com doença dos legionários com ligação ao surto de legionela no Hospital CUF Descobertas, em Lisboa, mantém-se em 15 e apenas quatro doentes permanecem internados.

Numa atualização divulgada esta quinta-feira, a Direção-Geral de Saúde informa na sua página na Internet que se mantêm os mesmos 15 casos de Doença dos Legionários notificados desde 27 de janeiro até às 18h deste dia.

A nota da DGS revela que dos 15 doentes diagnosticados com a legionela dez já tiveram alta, um não chegou a ficar hospitalizado e quatro permanecem internados, “dois em enfermaria” e outros dois “em unidades de cuidados intensivos”.

Segundo a DGS, os 15 casos respeitam a nove mulheres e seis homens. Quase todos os doentes (13) com idade superior a 50 anos.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Na sexta-feira passada, o ministro da Saúde afirmou que estava estabilizado o surto de doença do legionário do hospital CUF Descobertas, afirmando que, a partir de março, o Governo pretende ajudar os hospitais a “apertar a malha” no controlo da bactéria legionela.

Em declarações aos jornalistas após acompanhar o Presidente da República numa visita ao hospital, Adalberto Campos Fernandes afirmou que o surto está agora na fase descendente, tendo atingido o número máximo de casos — quinze.