A fotografia de grupo partilhada tanto por Victoria Beckham como por Geri Halliwell foi motivo de muito burburinho sobre uma eventual reunião do grupo Spice Girls. Mas as condições de um tão aguardado regresso estão longe de ser lineares — se, no início do mês, o The Sun assegurava que não haveria concertos ou canções originais, esta quarta-feira é a vez do TMZ escrever que o grupo vai reunir-se para protagonizar uma tournée a acontecer já no final deste verão.

Segundo o TMZ, que cita fontes próximas de Victoria Beckham, a tournée vai começar em Inglaterra e deverá migrar posteriormente para os EUA. Victoria, que ao longo dos anos tem sido a mais resistente perante um regresso da banda pop que marcou a década de 1990, terá alinhado por dois motivos: pelo dinheiro mas também pelo brio profissional. Escreve o TMZ que a cantora que agora é designer de moda estará “aborrecida” e farta de estar na sombra do marido, o ex-jogador de futebol David Beckham.

As Spice Girls estão de volta? Parece que sim, mas não para o que pensa

Seja como for, o TMZ assegura que as cinco artistas —  Geri Halliwell, Melanie Chisholm, Melanie Brown, Victoria Beckham e Emma Bunton — não deverão ser pagas de igual forma, na eventualidade da tournée se realizar, com Victoria a ter mais poder negocial.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A confirmar-se o regresso, que alegadamente tem sido apoiado e estruturado pelo manager Simon Fuller, este será o segundo “come back” das Spice Girls nesta década, depois de em 2012 as cinco figuras da pop terem atuado na cerimónia de encerramento dos Jogos Olímpicos de Londres.