Estados Unidos da América

Um dos principais rostos do movimento #MeToo investigada por assédio a colega

2.330

Cristina Garcia, uma das principais figuras do movimento anti-assédio sexual nos EUA, foi acusada por outro funcionário da Assembleia Estadual da Califórnia de o ter apalpado e assediado, em 2014.

Cristina Garcia, uma das principais figuras do movimento anti-assédio sexual nos EUA, foi acusada por outro funcionário da Assembleia Estadual da Califórnia de o ter apalpado e assediado. O caso, que está a ser investigado pela mesma assembleia, remonta a 2014. Daniel Ferro tinha, nessa altura, 25 anos e, durante um jogo de baseball que reunia todos os funcionários da assembleia estadual, terá sido encurralado por Cristina Garcia. Segundo o Politico, que falou com o acusador, a influente deputada democrata agarrou o homem, apalpou-lhe as nádegas e as costas, e tentou tocar-lhe na zona genital.

Garcia é um dos principais rostos do movimento #MeToo. Por exemplo, recorda o Politico, quando a revista Time escolheu para “Pessoa(s) do Ano” aqueles que quebraram o silêncio contra o assédio sexual, Cristina Garcia foi uma das pessoas que apareceram no artigo que a Time fez para pessoa do ano. Garcia é a presidente do Cáucaso das Mulheres que trabalham no setor legislativo (e é, também, presidente da Comissão de Recursos Naturais), e já na altura era uma figura influente da política californiana.

Quando Daniel Ferro, que trabalhava como assessor de um outro deputado da mesma assembleia, estava sozinho a limpar a zona do “banco” da equipa (o chamado dugout), Cristina Garcia aproximou-se dele e começou a tocar-lhe nas costas. De acordo com a descrição feita por Daniel Ferro, ela parecia ligeiramente embriagada, pela forma como abordou o jovem. A alegada vítima falou, também, com a Associated Press nos últimos dias.

Na altura, Daniel Ferro não falou sobre o incidente com ninguém mas em janeiro (último) comentou o caso com o seu antigo chefe, o deputado (também democrata) Ian Calderon, que, por sua vez, falou sobre o caso aos líderes da assembleia. A alegada vítima de assédio sexual já terá sido ouvido por uma comissão interna, na Assembleia Estadual.

Mas esta não é a única acusação contra Cristina Garcia, que garante que não tinha qualquer conhecimento sobre estas alegações até às notícias publicadas esta quinta-feira. Um outro homem, que trabalha (ou trabalhou) como lobista na Califórnia, também confirmou ter sido assediado num evento de angariação de fundos em 2017. O homem, que não quis ser identificado pela notícia do Politico, também acusa Garcia de ter tentado tocar-lhe nas partes íntimas.

Tanto num caso como no outro, os homens admitem que Garcia poderia estar sob efeito de álcool quando os incidentes ocorreram. Neste segundo caso, este lobista estava prestes a sair do evento quando Cristina Garcia lhe perguntou: “onde é que vais?”. A mulher aproximou-se e encostou-se ao homem, que sentiu o cheiro a álcool, e afirmou: “Defini como objetivo pessoal f****-te”. Aí, o homem terá recusado os avanços de Garcia — “não vai acontecer” — e abandonou o local.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: ecaetano@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

Detalhes da assinatura

Acesso ilimitado a todos os artigos do Observador, na Web e nas Apps, até três dispositivos.

E tenha acesso a

  • Assinatura - Aceda aos dados da sua assinatura
  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Inicie a sessão

Ou registe-se

Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)