Impostos

Multas nos transportes públicos podem dar penhora de bens

573

Governo quer reforçar a legislação para que a cobrança de multas nos transportes públicos, que acumulam mais de 60 milhões de euros, possam originar penhora de bens por parte do fisco, diz o JN.

MIGUEL A. LOPES/LUSA

Há mais de 60 milhões de euros em multas de transportes públicos por liquidar e, apesar de o fisco ter, desde 2014, possibilidade legal de cobrar estas multas, nunca houve qualquer penhora de bens para saldar estas dívidas. O Jornal de Notícias avança esta sexta-feira que o Governo quer reforçar as regras para que o fisco passe, efetivamente, a penhorar bens para cobrar estas multas.

Em setembro houve uma alteração ao regime sancionatório que já reforçou o papel do fisco na cobrança coerciva de multas nos transportes públicos, mas isso não alterou o cenário: as multas continuaram a acumular-se e o fisco não penhorou quaisquer bens para forçar a cobrança. Agora, o Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT) vai passar a centralizar toda a informação sobre as coimas aplicadas a cada mês e as que não forem regularizadas serão enviadas para a Autoridade Tributária. A intenção é que, depois, o serviço de Finanças da área de residência possa avançar com a cobrança.

Viajar sem bilhete, por exemplo, é uma das contraordenações graves que podem levar à penhora de bens por parte do fisco, assim que for desenvolvida a plataforma eletrónica para o reporte das multas ao fisco, que, segundo fonte do IMT disse ao JN, está em desenvolvimento.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: ecaetano@observador.pt
Eutanásia

Porque vou votar contra a eutanásia /premium

Inês Domingos

Vou votar contra porque acredito que a dignidade humana não se esgota com as nossas capacidades ou com o nosso estado de saúde. Para mim, a dignidade do ser humano persiste até ao último sopro. 

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)