O icónico Fiat 500 recebe uma importante actualização que, além das “obrigatórias” renovações estéticas, de materiais e equipamentos, trará igualmente importantes transformações nos motores. Nomeadamente, a introdução de um novo 1,4 litros, com turbocompressor.

Segundo avança a própria marca italiana, este novo 1.4 Turbo a gasolina estará disponível tanto com caixa manual de seis velocidades, como com transmissão automática também de seis relações.

Anunciando uns expressivos 136 cv de potência, além de 203 Nm de binário, o Fiat 500 passa assim a reivindicar, nesta motorização, mais 34 cv que no antecessor, cujo bloco 1,4 litros naturalmente aspirado não ia além dos 102 cv de potência e 131 Nm de binário.

A par desta alteração, o Fiat 500 Modelo Ano (MY) 2018 passa a estar igualmente disponível em três versões – Pop, Lounge e o desportivo Abarth -, as duas primeiras com novidades também ao nível do equipamento. Como é o caso, por exemplo, das jantes em alumínio de 16″, que passam a ser de série, um novo sistema de travagem mais performante, uma suspensão mais desportiva e uma câmara traseira.

Disponível em três novas cores – Brillante Red, Mezzanotte Blue Pearl e Vesuvio Black Pearl -, o 500 passa a contar, ainda, com um maior número de opções de personalização, as quais podem ser depois conjugadas com um total de 11 cores exteriores. Sendo que tanto a secção frontal, como traseira, ganham igualmente novas cores, enquanto, no portão da bagageira e no caso concreto do novo motor, passa a existir a designação “Turbo”.

No que diz respeito à versão Abarth há menos alterações, com o modelo a manter o já conhecido 1.4 Turbo, a debitar 160 cv e 284 Nm de binário, ao mesmo tempo que é possível optar por  uma suspensão desportiva com controlo electrónico de estabilidade regulável em três modos, jantes de alumínio Hyper Black de 16″ com pneus Pirelli e pinças de travão a vermelho.