Um avião da United Airlines que seguia para Honolulu, Havai, foi obrigado a fazer uma aterragem de emergência após um dos motores se ter começado a desintegrar durante a viagem. As imagens captadas durante o voo UA1175 e reveladas entretanto mostram que o motor tinha perdido a capota e estava a abanar.

De acordo com o The Guardian, os passageiros a bordo do Boeing 777-222 ouviram um estrondo durante o voo, a 35 minutos da hora prevista de aterragem no aeroporto havaiano. Imediatamente, os pilotos enviaram um pedido de socorro, acabando por fazer uma aterragem de emergência em Honolulu, às 12h38 locais.

Segundo o Business Insider, o Boeing 777-222 da United Airlines em questão foi comprado em 1994, o que o torna um dos primeiros “777” a ser vendidos.

Vários foram os passageiros que divulgaram imagens e reagiram nas redes sociais — e de maneiras bem distintas. Uma utilizadora, Maria Falaschi, descreveu o voo como tendo sido o “mais assustador” da sua vida.

Na secção de comentários da publicação, Falaschi refere que, apesar do susto, que os pilotos e tripulação “fizeram um grande trabalho” e prepararam bem os passageiros para uma aterragem de emergência.

Em contraste, Erik Haddad, engenheiro da Google, parece ter permanecido calmo o suficiente para fazer algumas piadas sobre a situação: num “tweet”, Haddad disse que não encontrava “nada sobre isto no manual”.

O avião foi recebido no aeroporto por equipas de resgate de aeronaves e bombeiros, tendo os passageiros abandonado o mesmo sem quaisquer constrangimentos. A United Airlines disse estar a cooperar com investigações da Administração Federal de Aviação e com o Departamento Nacional de Segurança nos Transportes.