Os edifícios do Centro de Saúde e da Junta de Freguesia de São Roque, em Oliveira de Azeméis, Aveiro foram evacuados esta manhã de sexta-feira na sequência de uma ameaça de bomba. A informação foi confirmada pela GNR de Aveiro ao Observador, não querendo adiantar mais detalhes. Fonte dos bombeiros locais disse à Lusa que um indivíduo ter telefonado para o local a ameaçar acionar um engenho explosivo caso as consultas desmarcadas não fossem repostas.

Ao que nos explicaram, houve uma série de consultas que tiveram que ser desmarcadas estes dias porque uma médica do centro de saúde está de baixa”, declarou à Lusa o comandante da corporação de bombeiros de Oliveira de Azeméis, Paulo Vitória. “

“Alguém não deve ter ficado satisfeito e ligou para lá a partir de um número anónimo, a dizer que, se as consultas não fossem remarcadas até ao final do dia de hoje, fazia explodir o dispositivo que deixara no centro de saúde”, acrescenta esse responsável. A ameaça foi feita a partir de um número de telefone “não identificado” e, segundo o comandante dos bombeiros, envolveu “uma mensagem [áudio] gravada”, repetida em ‘loop’.

A Lusa tentou entretanto contactar o comando distrital de Aveiro da GNR, mas ninguém atendeu a chamada.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Paulo Vitória defende, contudo, que “tudo terá sido uma brincadeira de mau gosto”, porque até às 13:00 ainda não fora encontrado qualquer engenho explosivo no local e logo depois a GNR “já estava a permitir que as pessoas entrassem outra vez no edifício”.

Em todo o caso, a ameaça será sujeita a investigação policial e, como observa o comandante dos bombeiros, “nesta fase os suspeitos são todos os utentes que tiveram uma consulta desmarcada“.