“Laurin & Klement”, ou L&K, é tradicionalmente a versão de luxo e mais equipada de qualquer modelo da Skoda, o que passará a acontecer também com o Kodiaq. A apresentação mundial daquele que passará a ser o porta-estandarte entre os SUV do fabricante de Mladá Boleslav vai ter lugar já no próximo Salão Automóvel de Genebra, em Março.

O Kodiaq L&K deverá destacar-se das restantes versões, desde logo, fruto da introdução de uma grelha cromada, jantes de 19″, assim como de um pára-choques traseiro ligeiramente redesenhado e a acomodar duas ponteiras de escape, tão “falsas” quanto cromadas. Tudo isto sem esquecer os obrigatórios badges “Laurin & Klement” nos pára-lamas dianteiros, além de uma iluminação dianteira, já de série, com tecnologia full-LED.

Passando ao habitáculo, um volante revestido a pele, que tanto pode ser preta como bege, vários emblemas “Laurin & Klement” espalhados pelo interior, aplicações em preto brilhante, além de um sem-número de equipamentos de conforto. A começar no sistema de som Canton, iluminação ambiente, pedais em alumínio e tapetes em material têxtil. A que há que juntar ainda soluções como o banco do condutor com regulação eléctrica e memórias, sensor de chuva e até a presença do logótipo Kodiaq na base da moldura das portas.

Como motorizações, o Skoda Kodiaq Laurin & Klement promete uma ampla oferta a gasolina e diesel, a começar no novo 1.5 TSI a gasolina de 150 cv, seguido do já conhecido 2.0 TSI, bloco cuja potência subiu dos anteriores 180 para os 190 cv. Sendo que ambos os motores receberam ainda um novo filtro de partículas, como forma de reduzir as emissões.

Já a gasóleo, a oferta passa exclusivamente pelo 2.0 TDI, proposto nas variantes de 150 e 190 cv. Com a versão mais potente a contemplar, tal como no gasolina, tracção integral permanente. Algo que, nas motorizações mais pequenas, está disponível apenas como opcional. Ainda entre os extras, mas para todas as motorizações, o chassi adaptativo.