O bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, quer que os médicos deixem de ser tratados por “doutor”. Em declarações ao jornal Público, Miguel Guimarães explicou que pretende apresentar essa proposta no Conselho Nacional Executivo da Ordem dos Médicos porque “toda a gente é doutor”.

“Há tantos licenciados. Toda a gente é doutor. Gostava de uma designação nova. Doutor é um título que corresponde a uma licenciatura ou a um mestrado. Estas nomenclaturas já estarão ultrapassadas. O que o doente tem que saber é o nome e a profissão”, explicou Miguel Guimarães àquele jornal.

Contudo, Miguel Guimarães admite que ainda não pensou numa outra designação para substituir a expressão “doutor”. “É uma matéria que vou colocar à consideração dos meus colegas”, defende.

Médicos contra licenciatura em medicina chinesa ameaçam com “formas inéditas” de protesto

A “cereja no topo do bolo” da indignação dos médicos, como descreve Miguel Guimarães, foi a recente aprovação de uma licenciatura em medicina tradicional chinesa. “A maior parte destas práticas não passaram no crivo da fundamentação científica”, explica o bastonário.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Na semana passada, o bastonário da Ordem dos Médicos já tinha avisado que a formação “em práticas que não têm base científica constitui um perigo para a saúde e para as finanças dos portugueses”, tendo sublinhado que os médicos iriam avançar para “formas inéditas” de protesto.