A conta de Twitter de Francisco J. Marques esteve suspensa esta quarta-feira, pouco depois da conclusão do Estoril-FC Porto, jogo relativo à 18ª jornada da Primeira Liga portuguesa, tendo sido impossível aceder ao perfil ou às publicações do director de comunicação dos “dragões” durante algumas horas.

A suspensão aconteceu pouco depois de Francisco J. Marques ter feito uma publicação em que respondia às queixas de Sporting e Benfica sobre o lance que deu o golo do empate ao FC Porto, que viria a ganhar o encontro por 3-1.

Também pouco tempo após o jogo, a distribuidora Popstock Portugal publicou um “tweet” em que acusou o director de comunicação do FC Porto de ter violado a lei dos direitos de autor ao ter publicado um vídeo no qual utilizou uma música de Jack White sem autorização.

“Infelizmente, Francisco, você não pode utilizar canções em vídeos para qual não tem direitos. A música é do Jack White e a @popstockpt não recebeu nenhum requerimento para a sua utilização”, escreveu a distribuidora. Dada a suspensão do perfil de Francisco J. Marques, não é possível ver o “tweet” nem o vídeo em questão.

Após a reabertura da conta, Francisco J. Marques explicou a suspensão e respondeu à Popstock, dizendo que a distribuidora sofre de “dor de corno” porque lá trabalha um dos administradores da página satírica “Azar do Kralj”.

“A Popstock Portugal sofre de dor de corno. E porquê? Porque o Nuno Dias da página Uma azia do Kralj, trabalha na Popstock e também estava à espera de festa no Estoril. Vou continuar a ouvir o excelente Jack White e a acompanhar uma equipa e adeptos Connected by love. Fascismo não”, escreveu o director de comunicação do FC Porto.