O Parque e o Palácio de Monserrate, em Sintra, foram distinguidos pelo The Guardian como sendo uma das dez melhores atracções excêntricas da Europa.

Num grupo onde figuram referências tão inusitadas como o Museu dos Porcos em Estugarda ou o parque de diversões Salinaturda, na Roménia — que fica a 120 metros de profundidade, numa antiga mina de sal –, encontra-se o complexo histórico que data do século XIX e que ocupa, no total, cerca de 143 hectares da Serra de Sintra.

O jornal começa por realçar o “impressionante” jardim e as suas cataratas, arcos góticos e a “enorme coleção de plantas” onde mora o próprio palácio, cujo traço foi “inspirado no Brighton Pavillion”.

A cafetaria do parque também merece destaque, sendo referido que qualquer coisa “de comer ou beber” que ali se prove será, “garantidamente”, “esplêndida”.

É ainda referido que o palácio em si “já teve dias melhores”, apesar de haver um esforço em recolher fundos para a sua restauração através de concertos de música de câmara.