O ministro dos Negócios Estrangeiros português, Augusto Santos Silva, reúne-se esta segunda-feira com o seu homólogo russo, Serguei Lavrov, em Moscovo, no segundo e último dia de uma visita oficial à Rússia. Santos Silva será recebido pelas 11h00 locais (08h00 em Lisboa) por Serguei Lavrov para “consultas políticas” no Palacete Grande do Ministério dos Negócios Estrangeiros russo, seguindo-se uma conferência de imprensa conjunta.

Em declarações à Lusa, Augusto Santos Silva disse que o foco desta visita oficial “começa por ser cultural”. No domingo, o chefe da diplomacia portuguesa participou no encerramento da exposição “Senhores dos Oceanos: Tesouros do Império Português nos séculos XVI- XVIII”, patente nos museus do Kremlin, desde 8 de dezembro último.

“Aproveito a circunstância para realizar uma reunião com o meu homólogo russo, na qual passaremos em revista quer temas bilaterais, incluindo relações económicas, quer temas de política externa, incluindo a relação entre a NATO e a Rússia, a política da Rússia face a países que são aliados de Portugal, incluindo os países bálticos, e naturalmente a situação muito preocupante que se vive no Médio Oriente”, frisou.

Ao final da tarde de domingo, Augusto Santos Silva impôs insígnias ao correspondente da RTP em Moscovo, Evgueni Muravitch.

Quanto a uma visita do ministro dos Negócios Estrangeiros russo a Portugal, o chefe da diplomacia portuguesa acrescentou que o convite para a visita de Serguei Lavrov a Portugal mantém-se. “Não foi possível organizá-la em 2017 mas poderá ser possível realizá-la em 2018. Temos relações políticas e diplomáticas com a Rússia, fazemos consultas políticas e diplomáticas regularmente”, afirmou.

“O acordo de cooperação económica existe, trata-se agora de renová-lo e incrementá-lo, nas circunstâncias atuais devemos continuar a trabalhar com esse objetivo”, concluiu.