Uma explosão e um ataque armado lançaram o pânico, esta sexta-feira, na cidade de Ouagadougou, a capital do Burkina Faso. A explosão deu-se perto de um quartel-general militar e da Embaixada de França — o embaixador disse que se trata de “ataque terrorista” e pediu a “todos os compatriotas que tenham o máximo de cuidado e procurem um local seguro”. Quatro atacantes foram, entretanto, abatidos, informaram as autoridades locais.

Testemunhas citadas pela BBC dizem que, após a explosão, um conjunto de homens armados saíram de um carro e abriram fogo. A embaixada francesa escreveu nas redes sociais que “um ataque está em curso”. Esses homens, ou alguns deles, terão sido os homens que foram abatidos pela polícia.

Segundo o diretor-geral da polícia da capital do Burkina Faso, citado pela Associated Press, aquela zona da cidade está a ser atacada pelo que se suspeita serem “extremistas islâmicos”.