Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Pelo menos duas pessoas morreram na sequência de um tiroteio que ocorreu numa residência estudantil da Central Michigan University, um edifício chamado Campbell Hall. A polícia confirma as duas mortes, sendo que nenhuma é estudante. O jornal Detroit Free Press escreve que as vítimas são os pais do suspeito. Estes terão chegado ao campus de manhã para o irem buscar, já que as férias começam na sexta-feira, tendo sido baleados.

A polícia norte-americana continua a investigar o tiroteio. Não há feridos a registar e o suspeito continua em fuga. A polícia descreve o suspeito como um homem negro, armado e perigoso e pede que se procure “abrigo”. Segundo as autoridades o jovem tem 19 anos, cerca de 1,75m e utilizava umas calças amarelo mostarda e uma camisola preta.

Aparentemente o tiroteio ocorreu no quarto andar da residência de estudantes. As aulas foram canceladas e os alunos foram aconselhados a evitar a área. Através do Twitter, as autoridades revelaram que estão a enviar “recursos aéreos, caninos e uma equipa de emergência” para o local.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O Governador do Michigan, Rick Snyder, tem estado a acompanhar a situação e agradeceu o envolvimento das autoridades locais, na sua conta oficial do Twitter, acrescentado que a prioridade é manter a segurança no campus.

(artigo em atualização)