Um homem disparou sobre si próprio junto à Casa Branca, este sábado. Donald Trump e a mulher, Melania, não estavam em Washington no momento do incidente.

De acordo com a CNN, que cita a porta-voz dos Serviços Secretos, o homem aproximou-se da vedação da Casa Branca, perto das 12h (17h em Lisboa), pegou numa arma que tinha escondida e disparou várias vezes, sendo que um dos tiros atingiu o próprio na cabeça. Os disparos, contudo, não terão sido feitos em direção à Casa Branca. O homem, que atirou contra o telemóvel antes de se atingir, acabou por morrer.

Não há outros feridos a registar. A porta-voz dos Serviços Secretos adiantou que não foi disparado qualquer tiro por parte dos Serviços Secretos. Apesar de não ter sido encontrado nenhum bilhete de suicídio, foi descoberto um livro onde estavam escritas frases sem sentido.

O homem já foi identificado, mas não foi avançada qualquer informação sobre a sua identidade. A investigação está a cargo da polícia de Washington, que está a tentar contactar um familiar próximo.

Um vídeo publicado no Twitter mostra várias pessoas a correrem depois de serem ouvidos os disparos. Pouco tempo depois aparecem carros da polícia a dirigirem-se para o local.

O presidente dos Estados Unidos e a mulher estavam na Florida, mas tinham regresso marcado para esta tarde. Ainda assim, Donald Trump foi informado do que aconteceu.