Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

A Polícia Judiciária vai investigar a transferência bancária de mais de 700 mil euros do FC Porto para o Estoril, escreve este sábado o jornal Expresso. A transferência consta de uma denúncia anónima, feita a propósito da segunda parte do Estoril-FC Porto, que seguiu esta semana para o Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa. O inquérito deverá também parar às mãos da equipa anti-corrupção que tem os processos relacionados com o Benfica, assegura o mesmo jornal.

A denúncia que deu entrada esta semana — tendo em conta o jogo disputado pelos dois clubes na Amoreira, a 21 de fevereiro, o qual deu a vitória aos dragões (3-1) — reporta ainda um alegado encontro num hotel em Lisboa antes do jogo, além do talão referente a uma transferência bancária para a SAD do clube da linha no valor de 730 mil euros, feita após o jogo. A Procuradoria-Geral da República confirmou ao Observador, na passada quinta-feira, a receção da denúncia e acrescentou que a mesma seguiu para o DIAP de Lisboa.

FC Porto rebate denúncia feita na PGR: a transferência, a data, os atletas e… a receita do Liverpool

O diretor de comunicação do FC Porto rebateu a denúncia anónima feita na PGR também na quinta-feira e mostrou documentos referentes a uma transferência para o Estoril numa outra data e com outros motivos.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR