O roupeiro do Inter Movistar, a equipa espanhola onde joga o português Ricardinho, morreu este sábado durante um jogo contra o Naturpellet Segovia.

Faltavam cinco minutos para o final da primeira parte quando o jogo foi suspenso devido “a um problema de saúde com um dos membros do corpo técnico”, lê-se no tweet do Inter Movistar, que estava a vencer 3-2.

Segundo o La Vanguardia e o ABC, Cecilio Rodríguez, de 62 anos, caiu inanimado no chão quando estava no banco. O massagista do Inter Movistar e o médio do Naturpellet apressaram-se a fazer manobras de reanimação, recorrendo a um desfibrilador, até à chegada das equipas de emergência. Não foi, porém, possível salvar o roupeiro, que trabalhava há 15 anos para o clube e que terá tido um ataque cardíaco.

O jogo, ao qual assistiam 2,500 espectadores — entre eles a mulher do roupeiro — , acabou por ser suspenso e o pavilhão foi evacuado.

O Inter Movistar recorreu ao Twitter para lamentar a morte de Cecilio Rodríguez. “Estamos consternados e sem palavras. Queremos agradecer as vossas demonstrações de apoio e de carinho nestas horas tão duras para a sua família e para o clube. D.E.P. [Descansa Em Paz] Cecilio Rodríguez. Ficarás para sempre na nossa memória.”

Também Ricardinho, que não estava a jogar por estar lesionado — o jogador esteve em Portugal a assistir ao Benfica-Marítimo — , lamentou a morte de “um amigo incrível” e de “um grande homem”. “Hoje o desporto fica mais pobre, perdeu um grande homem, uma grande pessoa, um grande trabalhador e um amigo incrível… Não tenho mais palavras neste momento tão triste!!! Os meus sentimentos à sua família!!! Cecilio para mim és eterno, dou graças a Deus por ter-te conhecido. Amo-te.”

“Desde a Liga Nacional de Futsal expressamos os nossos mais sentidos pêsames pela morte de CecilioRodríguez. Enviamos toda a força à sua família e à família do Movistar Inter”, lê-se no tweet da Liga Nacional de Futsal.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR