Liga dos Campeões

Jurgen Klopp não arrisca rotatividade, respeita FC Porto e quer ganhar na Liga dos Campeões

O treinador do Liverpool garante que respeita demasiado o FC Porto para arriscar rodar a equipa no jogo desta terça-feira, para a Liga dos Campeões. Os ingleses têm uma vantagem de 5 golos.

MANUEL ARAÚJO/LUSA

O Liverpool vai jogar a segunda mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões de futebol para ganhar e não vai arriscar alternar jogadores por causa da vantagem de cinco golos sobre o FC Porto, afirmou o treinador. Jurgen Klopp admitiu esta segunda-feira que o jogo da primeira mão, que a equipa inglesa venceu por 5-0 no Estádio do Dragão, foi “muito eficaz”, mas recusa complacência perante o líder do campeonato português.

“Ganhámos o jogo de forma impressionante, numa noite em que fizemos seis remates e cinco entraram. O FC Porto também fez seis remates e dois falharam por alguns centímetros em momentos decisivos, e é assim que resultados destes acontecem”, afirmou.

O alemão acrescentou: “Respeitamos o FC Porto e a competição demasiado para fazer uma verdadeira rotatividade”. Klopp referiu que a partida da Liga inglesa no sábado diante do Newcastle, que venceu por 2-0, foi “intensa” e resultou em algumas “pancadas”, mas também espera que regressem jogadores que estiveram ausentes.

Os ‘reds’ treinaram no domingo com apenas nove jogadores e voltam a fazer uma sessão hoje à tarde, seguida de uma reunião do departamento técnico para avaliar a situação, pelo que Klopp ainda não decidiu quem vai jogar, mesmo tendo em conta o confronto importante de sábado com o Manchester United.

“Não alternamos porque sim, só se os jogadores não estiverem em boa forma. Queremos ganhar, não vamos descansar jogadores, mas talvez façamos duas/três mudanças. Mas para ganhar o jogo”, vincou. O treinador do Liverpool considera os ‘azuis e brancos’ “uma equipa fantástica e muito forte” que por acaso não marcou no encontro da primeira mão dos ‘oitavos’ da ‘Champions’, realizado em 14 de fevereiro.

“O resultado [da primeira mão] não é um sinal da diferença entre o futebol inglês e português. Foi apenas um jogo”, declarou, admitindo que só começou a ver jogos portugueses mais recentemente. Quanto ao que espera da equipa de Sérgio Conceição, sabe que Marega está lesionado, mas que Aboubakar está de regresso, pelo que não será um coletivo fraco.

“Ele não precisa de conselhos, ele tem experiência suficiente. Mas seu eu estivesse no lugar dele ia querer uma grande reação e iria estar muito agitado em campo para tentar motivar a equipa”, respondeu. O FC Porto e o Liverpool defrontam-se a partir das 19:45 de terça-feira, no Estádio Anfield Road, em jogo que será arbitrado pelo alemão Felix Zwayer.

Os ‘dragões’ foram derrotados na primeira mão por 5-0, com um ‘hat-trick’ de Sadio Mané (25, 53 e 85) e golos de Salah (29) e Roberto Firmino (69).

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)