A polícia belga deteve no domingo oito pessoas na autarquia de Molenbeek, em Bruxelas, no âmbito de uma operação antiterrorista, noticia esta segunda-feira a imprensa local, citando fonte da Procuradoria Federal.

A operação teve por base suspeitas de preparação de um atentado terrorista, segundo a procuradoria, e os oito suspeitos deverão ainda neste dia prestar declarações perante um juiz de instrução.

No âmbito de uma investigação de suspeitas de terrorismo, foram feitas sete rusgas no domingo na capital belga, quatro das quais em Molenbeek, tendo todas as detenções sido feitas nesta autarquia. A fonte da Procuradoria Federal sublinhou ainda não terem sido apreendidas armas nem explosivos.

De Molenbeek saíram vários dos autores dos atentados de novembro de 2015, em Paris, que causaram 130 mortos e onde foi detido, em março de 2016, o único dos terroristas que sobreviveu, Salah Abdeslam. O nível de alerta terrorista na Bélgica baixou, em janeiro, de 3 para 2 numa escala de 4.