Quando se abrirem as portas do Salão de Genebra, na área reservada pela Skoda, o protagonismo dificilmente será do restyling do Fabia ou da versão mais luxuosa do Kodiaq. Isto apesar de ambos serem exactamente aquilo que vamos ver, dentro de alguns meses, à venda nos concessionários da marca. Sem tirar nem pôr.

O mesmo não se passará com o Vision X, que vai ser revelado como protótipo e que, como tal, até chegar à versão de produção, conhecerá necessariamente alterações. O que não impede que as atenções estejam viradas para este concept – ou não antecipasse ele as formas e o conteúdo do mano “mais pequeno” do Karoq e do Kodiaq.

A prova de que é exactamente isso que a Skoda está à espera é que a marca acabou de divulgar mais imagens e informações acerca do concept que lhe irá servir de base para vir a propor um rival para modelos como o Renault Captur, ou o mais recente Seat Arona. Tanto mais que, no seio do próprio Grupo Volkswagen, também a Volkswagen está já a desenvolver o T-Cross. E, quando as vendas mexem num subsegmento, dificilmente há construtor que não queira ter também uma fatia do mercado.

Do que já sabemos até ao momento, quais são os trunfos da proposta da Skoda? Para começar, o Vision X recorre à mesma plataforma onde é montado o Arona e que vai servir também de base ao T-Cross. Depois, o conjunto motopropulsor do mais pequeno SUV checo promete destacar-se pelos baixos consumos e emissões (89 g/km de CO2) – algo tão mais atraente quanto mais se apertam as medidas para restringir a poluição. No caso da Skoda, a solução passa por associar um motor a gasolina de quatro cilindros e turbocompressor, a um sistema híbrido com apoio eléctrico e a capacidade de consumir gasolina ou gás natural comprimido. Com a vantagem de poder usufruir de tracção dianteira, traseira ou integral, consoante as solicitações.

A avaliar pelas fotos agora divulgadas, a este argumento a Skoda pretende somar uma imagem mais irreverente, claramente a piscar o olho a uma clientela mais jovem que, não tendo um poder de compra que lhe permita incorrer em grandes loucuras, não deixa de se sentir atraída por um produto claramente urbano, mas a dar ares de TT.

Às dimensões compactas e às linhas com traços desportivos, o Vision X soma um interior onde se encontram as mais recentes funcionalidades da Skoda, sem esquecer as que são ditadas pelas tendências: o protótipo tem tecnologia que lhe permite conduzir o condutor até a um lugar disponível para estacionar; pode ser partilhado; alugado; e até garante que as crianças saem a tempo do infantário, mesmo que os pais ou os responsáveis por isso não cheguem a tempo. Como? A Skoda não revela.

A juntar a tudo isto, a visão de mobilidade futura da marca checa, com o Vision X a reservar lugar para dois skates eléctricos e dois capacetes, não vá o diabo tecê-las e o condutor precisar de uma alternativa para completar o percurso. De caminho, pode filmar tudo, pois o SUV traz drone incluído.