Sabia que, desde 1957, foram vendidos mais de 6 milhões de Fiat 500? E que só na última década foram mais de 2 milhões? Ou que, ainda em Janeiro passado, o citadino italiano figurou no top 3 de vendas em 16 países europeus? Pois é, a Fiat tem bem presente a importância destes números e volta a capitalizar no sucesso comercial deste modelo, colocando sob as luzes dos projectores, no Salão de Genebra, uma nova séria especial, a que deu o nome de Collezione.

Disponível tanto em versão berlina como descapotável, o Fiat 500 Collezione distingue-se por cromados específicos no pára-choques dianteiro, capot e suportes dos retrovisores, a par de jantes em liga leve de 16”. Opcionalmente, há diversas cores de carroçaria, com o destaque a ir para as novas combinações bicolores “Primavera” (branco e cinzento), “Acquamarina” (branco e verde), a pintura monocromática Marfim Taormina e as opções Branco Gelato e Azul Dipinto di Blu. A rematar, a porta da bagageira exibe o logótipo cromado “Collezione” em itálico e a linha de cintura é realçada.

[jwplatform K14dHwO1]

Já o interior persegue a noção de harmonia, pelo que o tablier condiz com a cor da carroçaria, sendo branco na combinação bicolor “Primavera” e verde na combinação “Acquamarina”. O logótipo “Collezione” surge bordado nos tapetes e também nos bancos, à altura dos ombros, sendo que os assentos são igualmente a duas cores (base cinzenta às riscas e topo cor de marfim).

Quanto à gama de motores, a escolha faz-se entre propulsores a gasolina, de dupla alimentação gasolina e GPL, ou diesel, com potências entre 69 e 105 cv. Esta nova edição especial já pode ser encomendada nos concessionários da marca, por valores ainda não revelados.