Rádio Observador

CTT

Funcionário dos CTT terá desviado objetos em ouro e prata no valor de 5.400 euros

Um funcionário dos CTT terá desviado objetos de ouro e prata no valor de 5.400 euros. O crime remonta ao ano de 2015 e o funcionário está suspenso das suas funções.

M

Autor
  • Agência Lusa

Um funcionário dos CTT está indiciado pela prática do crime de peculato por alegadamente ter desviado de objetos postais artefactos em ouro e prata num valor superior a 5.400 euros, anunciou esta sexta-feira a Procuradoria-Geral Distrital de Coimbra.

Numa curta nota publicada na página da instituição, lê-se que o homem foi detido na quinta-feira, “no âmbito de uma investigação do DIAP [Departamento de Investigação e Ação Penal] distrital de Coimbra em articulação funcional com a Diretoria do Centro da PJ”.

“Indicia-se que, desde o ano de 2015, retirou por diversas vezes objetos postais expedidos na modalidade ‘Express mail’, que continham no seu interior artefactos em ouro e prata, em valor superior a 5.400 euros”, refere a nota.

A informação especifica também que, depois de presente a primeiro interrogatório judicial, foi-lhe aplicada a medida de coação de suspensão do exercício de funções.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)