Cinema

Vem aí uma prequela de “Os Sopranos” (mas em filme)

108

O argumento está escrito e a Warner Bros Pictures e a HBO estão "muito entusiasmadas" por David Chase ter "decidido revisitar e alargar o universo da série" para o cinema. Saiba o que esperar.

"Os Sopranos" é considerada uma das melhores séries de todos os tempos. Agora, terá continuação no grande ecrã, com um filme que antecederá as aventuras de Tony Soprano e companhia

HBO

A notícia está a animar aqueles que consideram “Os Sopranos” uma das melhores séries de sempre. David Chase, o criador da série de culto de seis temporadas que terminou em 2007, está a preparar um filme que servirá de prequela aos eventos de “Os Sopranos”. A notícia, avançada pela revista digital Deadline Hollywood, foi confirmada por Toby Emmerich, presidente da Warner Bros Pictures, grupo detentor da produtora New Line Cinema, que adquiriu os direitos do argumento. Este foi escrito por Lawrence Konner (que já havia trabalhado em “Os Sopranos”) e pelo próprio David Chase.

O David é um contador de histórias genial e nós, em conjunto com os nossos colegas da HBO [canal americano que transmitiu a série] estamos muito entusiasmados por ele ter decidido revisitar e alargar o universo de “Os Sopranos” para o cinema”, apontou o presidente da Warner Bros Pictures.

Sobre o filme, que por enquanto tem o título provisório “Os muitos santos de Newark” (em inglês, “The Many Saints of Newark”) sabe-se já que deverá incluir “algumas das personagens da série mais amadas pelo público” e que vai retratar os conflitos raciais e os motins em Newark, Nova Jérsia, no final da década de 1960. O crime organizado e os confrontos que decorreram nesse período entre gangs afro-americanos e gangs de italo-descentes (e que antecedem os eventos da série) surgirão em destaque.

[O culto de “Os Sopranos” é tão grande que há vídeos com os melhores momentos de… quase duas horas. Ora veja:]

Além de ter escrito o argumento com Lawrence Konner, o criador de “Os Sopranos” estará ainda envolvido na produção do filme e na escolha do realizador que o assinará, relata a Deadline Hollywood. A revista americana acrescenta ainda que não tem informação precisa quanto ao guião mas refere que o período retratado aponta para a inclusão de algumas personagens ligadas a Tony Soprano (interpretado na série por James Gandolfini), como o seu pai Giovanni “Johnny Boy” (de quem este herdou a liderança do grupo de crime organizado), o seu tio Junior e a sua mulher Livia, quando mais jovem.

A série “Os Sopranos” começou em 1999, durou seis temporadas e terminou em 2007. A sua popularidade fez com que o canal de subscrição norte-americano HBO aumentasse em muito as audiências e investisse cada vez mais no segmento das séries. Ao longo desses oito anos, a série de David Chase colocou no imaginário coletivo personagens como Tony Soprano (James Gandolfini), Dr. Jennifer Melfi (Lorraine Bracco), Carmela Soprano (Edie Falco), Bobby ‘Bacala’ (Steve Schirripa) e Cristopher Moltisanti (Michael Imperioli) e foi distinguida múltiplas vezes, tendo ganho entre outros galardões cinco Globos de Ouro e 21 prémios Emmy.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: gcorreia@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)