Entre os preparadores, a Mansory dispensa apresentações, pois já assinou algumas das mais exclusivas transformações automóveis. Porém, nesta edição do Salão do Genebra surpreendeu (ou desiludiu) com uma audaz interpretação da carrinha Panamera.

O Porsche Panamera Sport Turismo by Mansory, em exibição no certame suíço, faz justiça aos pergaminhos da casa, combinando mais luxo, mais potência e mais eficiência aerodinâmica. Ao fim ao cabo, é disso mesmo que se trata esta versão. O problema está na forma algo ajoujada como a Mansory chegou a este resultado final.

Deitando mão a um uso intensivo de fibra de carbono, a carrinha Panamera transformada pela Mansory tem um ar agressivo, fruto de uma série de alterações que vão desde as entradas de ar no capot às saias laterais, passando pelo spoiler bipartido e por um generoso difusor, entre outros “detalhes”, como as jantes mais leves e de grandes dimensões (22”). Tudo isto resulta num conjunto mais leve e eficaz, com mais downforce, capaz de tirar partido dos 35 cv e 40 Nm de binários adicionais alcançados nesta transformação. O que se conseguiu à custa de uma unidade de controlo optimizada no V8 twinturbo a gasolina, de um filtro de ar desportivo e de um sistema de escape de alto rendimento.

No interior, mantém-se a tendência para usar e abusar da fibra de carbono, com muita pele à mistura.