A partir de agora, qualquer condutor de um BMW equipado com um motor diesel pode devolvê-lo à marca, desde que cumpra duas condições. Mas antes do quê, vamos ao porquê.

Conforme lhe demos conta, na Alemanha, o tribunal teve em mãos uma decisão que, em última análise, pode condenar os diesel. E decidiu favoravelmente, abrindo assim a possibilidade de qualquer cidade alemã, a qualquer momento, adoptar medidas que impeçam a entrada ou que restrinjam a circulação de veículos movidos a gasóleo.

Perante este cenário, e atendendo a que são cada vez mais as políticas que enveredam pelo cerco aos diesel, alegadamente em nome da melhoria da qualidade do ar, os fabricantes sentiram-se ameaçados pelo clima de incerteza que, como é natural, tem grande probabilidade de se instalar junto dos consumidores. Tanto mais que não só grande parte das vendas dos Grupos Volkswagen, Daimler e BMW depende do diesel, como qualquer um destes consórcios investiu (ou continua a investir) milhões no desenvolvimento deste tipo de motorizações.

Para controlar danos, a BMW optou por reagir numa lógica de tranquilização, anunciando que quem habitar nas imediações (raio de 100 km) de uma cidade que venha a limitar a circulação de automóveis animados por um motor de combustão interna a gasóleo poderá devolver o seu BMW à marca. Contudo, terá também de cumprir uma segunda condição: ter com o modelo não uma relação de propriedade, mas sim um leasing. Ou seja, o programa não se destina aos proprietários de BMW diesel, mas sim aos usufrutuários de um aluguer que pode ir dos 24 aos 48 meses, findo o qual o cliente tem opção de compra. Significa isto que o vínculo contratual da locação pode ser quebrado prematuramente, sem que o cliente incorra em quaisquer penalidades financeiras.

Paralelamente, a marca de Munique também está a oferecer um desconto adicional que pode chegar aos 2.000€, na aquisição de um BMW i3, de um híbrido plug-in ou em qualquer outro modelo com emissões de CO2 abaixo das 130 g/km. Este incentivo, contudo, só pode ser aproveitado pelos proprietários de um BMW diesel Euro4 ou anterior.