O Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho (CHVNG/E) informou esta segunda-feira que deram entrada neste hospital desde sábado sete doentes com suspeita de sarampo, mas apontou que todos tiveram já alta clínica.

Inicialmente, fonte desta unidade hospitalar tinha apontado à Lusa que tinham dado entrada seis doentes com suspeitas de sarampo. Entretanto, em comunicado, o CHVHG/E descreve que “foram admitidos no Serviço de Urgência, desde o último sábado, sete casos suspeitos de sarampo, dos quais três são referentes a estudantes do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar [ICBAS]”.

Na nota é referido que “até ao momento nenhum caso está confirmado, tendo sido atribuída alta clínica a todos”. “A Direção Clínica do CHVNG/E já adoptou um conjunto de medidas preventivas, de forma a garantir a segurança quer de utentes, quer de profissionais”, lê-se no comunicado.

Este centro hospitalar acrescenta que está a trabalhar em articulação com a Administração Regional de Saúde do Norte, bem como com a Direção Geral de Saúde. Esta manhã, o secretário de Estado da Saúde, Fernando Araújo, revelou que existem em Portugal 42 casos confirmados de sarampo, todos em adultos.