O posto fronteiriço de Ressano Garcia, que liga Moçambique e África do Sul, vai passar a operar 24 horas por dia a partir de abril, anunciou a ministra dos Negócios Estrangeiros e Cooperação sul-africana, Lindiwe Sisulo.

“O Governo moçambicano solicitou que até abril a fronteira dos Libombos, em Ressano Garcia, passe a estar operacional 24 horas e nós prometemos que isso vai acontecer”, afirmou Lindiwe Sisulo, citada esta segunda-feira pelo diário moçambicano Notícias.

Lindiwe Sisulo considerou urgente que os dois governos trabalhem para a facilitação na emissão de vistos para os moçambicanos residentes na África do Sul. De acordo com dados oficiais, mais de dois milhões de moçambicanos residem na África do Sul, parte dos quais trabalha em minas, agricultura e comércio, incluindo no setor informal.

A África do Sul é a economia mais desenvolvida da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC), atraindo imigrantes da região e do continente à procura de emprego.