Pelo menos uma pessoa ficou ferida esta terça-feira numa explosão perto das instalações da transportadora FedEx nos arredores de San Antonio, no estado do Texas (Sul dos Estados Unidos), informaram fontes oficiais. A polícia de Austin, capital do estado do Texas, afirmou que a explosão de terça-feira é semelhante a outras quatro que se verificaram nos últimos dias na cidade.

A explosão – aparentemente de um embrulho – ocorreu perto das 00h30 nas instalações da Fedex da localidade de Schertz. As autoridades de Austin dizem que dispõem de uma gravação do momento da explosão. O ferido foi atendido num centro de saúde local e já teve alta. No momento da explosão estavam a trabalhar nas instalações cerca de 75 empregados.

Esta foi a quinta explosão com estas características na região do Texas neste mês, o último das quais no passado domingo. Duas jovens ficaram feridas nessa ocasião.

A bomba de domingo foi acionada na rua, através de um fio quase invisível, no qual as vítimas tropeçaram. Este método sugere “um engenho de nível mais sofisticado” do que as anteriores três bombas, deixadas à porta de casas. Também significa que o bombista de Austin não visa pessoas em concreto, mas procura alvos “ao acaso”, concluiu a polícia.

A polícia acredita que poderá ter sido a mesma pessoa a colocar as cinco bombas, mas admitiu que, de momento, não identificou ainda qualquer suspeito.