A braços com uma crise diplomática com o Kremlin, o ministro dos Negócios Estrangeiros do Reino Unido, Boris Johnson, comparou o Mundial de futebol na Rússia, agendado para junho e julho deste ano, aos Jogos Olímpicos de 1936, que decorreram na Alemanha nazi.

A comparação foi feita pelo chefe da diplomacia britânica em resposta a uma pergunta de Ian Curtis, um deputado trabalhista, numa sessão de inquérito parlamentar. “Acho que a comparação com 1936 é certamente adequada. Pensar em Putin a glorificar-se com este evento desportivo é uma ideia nauseabunda”, disse Boris Johnson, esta quarta-feira à tarde.

Na quarta-feira da semana passada, o Reino Unido anunciou uma série de medidas na sequência de ter acusado a Rússia de ter envenenado em território britânico o ex-espião russo Sergei Skripal e a sua filha, Yulia Skripal. Entre as medidas anunciadas, encontra-se o boicote ao Mundial na Rússia, mas apenas ao nível do envio de altos dignatários (membros do Governo ou da família real) àquele evento desportivo onde, entre todas as seleções do Reino Unido, apenas a Inglaterra estará a competir.

Para já, Boris Johnson rejeita que o boicote seja alargado e que a equipa de Inglaterra cancele a sua participação no Mundial. “Acho que seria errado castigar os adeptos ou a equipa, seria uma pena”, sublinhou o ministro dos Negócios Estrangeiros do Reino Unido.