A bolsa nova-iorquina fechou esta terça-feira em alta, com os investidores a aproveitarem uma forte subida do petróleo, enquanto aguardam um anúncio da subida das taxas de juro, esperado para quarta-feira no final da reunião da Reserva Federal.

Muito sofredores na segunda-feira, os títulos do setor da tecnologia estabilizaram neste dia, apesar do forte recuo dos mais relevantes das redes sociais. Os resultados definitivos da sessão indicam que o seletivo Dow Jones Industrial Average avançou 0,47% (116,36 pontos), para as 24.727,27 unidades. O tecnológico Nasdaq progrediu 0,27% (20,06), para os 7.364,30 pontos e o alargado S&P500 ganhou 0,15% (4,02), para os 2.716,94.

Os investidores estão preocupados com um endurecimento da regulamentação das grandes empresas das redes sociais, depois das revelações sobre o desvio de dados pessoais de milhões de utilizadores da Facebook pela empresa Cambridge Analytica, em benefício, designadamente da campanha eleitoral de Donald Trump para a presidência dos EUA. De resto, a Facebook, que perdeu quase 7% na sessão bolsista de segunda-feira, fechou neste dia a recuar mais 2,56%.

“As inquietações quanto a uma futura regulamentação são agora fortes”, consideraram os analistas da Briefing, em texto de comentário. Um endurecimento da regulamentação tende a aumentar os custos das empresas do setor.

A Twitter, por seu lado, caiu 10,38%, enquanto o governo israelita pondera ações contra esta rede social, que acusa de incitar ao terrorismo, por acolher contas de organizações que os dirigentes de Telavive consideram terroristas. Ao contrário, uma forte subida dos preços do petróleo permitiu a Wall Street recuperar da perda sofrida na véspera.

Este aumento resultou do aumento da tensão geopolítica entre a Arábia Saudita e o Irão, quando o príncipe herdeiro saudita, Mohammed bin Salman, começou a sua visita, de cerca de três semanas, aos EUA, com uma reunião com Donald Trump. Os valores do setor da energia agrupados no índice S&P500 valorizaram em média 0,84%, na que foi a subida mais alta dos vários subíndices.

Antes do comunicado final da reunião do comité de política monetária da Reserva Federal, que começou neste dia e acaba na quarta-feira, os investidores estiveram também a fazer “movimentos técnicos nas carteiras” de investimento, indicou Peter Cardillo, do First Standard Financial.

“A chave (desta reunião) vai ser o tom mais ou menos duro quanto ao número das próximas subidas das taxas” durante este ano, acrescentou Cardillo.