Os preços nos CTT vão subir, em média, 4,5% a partir de 2 de abril, refere o Público na edição desta terça-feira. O aumento é superior ao anunciado pela empresa em 2017, que tinha então apontado uma subida de 2,4%, e o valor o máximo permitido pela Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom).

O aumento do preço vai afetar o correio normal (excluindo o sujeito a preços especiais), registado, editorial azul e encomendas postais até aos dez quilos. Um envio de uma carta até 20 gramas, por exemplo, vai passar a custar, a partir de dia 2, 0,53 euros (mais 3 cêntimos) e o correio azul vai passar a custar 0,63 euros. Mas o maior aumento será registado no envio de uma carta com registo simples, que vai subir de 10 cêntimos para 1,95 euros, de acordo com o Público.

Relativamente a outros serviços postais, como o envio de citações e notificações postais de entidades do Estado, a subida será de 4,1% a partir de 2 de abril.