A criminalidade violenta e grave diminuiu 8,7% no ano passado, em relação a 2016, enquanto os crimes gerais aumentaram 3,3%, anunciou esta quarta-feira o Governo.

Numa conferência de imprensa realizada após a reunião do Conselho Superior de segurança Interna, na qual foi apreciou o Relatório Anual de Segurança Interna (RASI) de 2017, o ministro Eduardo Cabrita destacou “a consolidação de uma tendência de redução” da criminalidade violenta e grave “que se vem verificando na última década”.

O aumento da criminalidade geral em 3,3% no ano de 2017, deveu-se a terem sido cometidos mais crimes de moeda falsa, incêndio florestal e burlas. O RASI é entregue na quinta-feira à Assembleia da República.