O Vaticano divulgou imagens que mostram o Papa Francisco, o líder da Igreja Católica Romana, a lavar os pés aos reclusos da prisão Regina Coeli, o principal estabelecimento prisional de Roma. O pontífice já tinha informado que iria celebrar assim a missa in coena Domini (nome latim que significa “à mesa do Senhor”) nesta Quinta-Feira Santa. Desde que foi eleito Papa, Francisco sempre realizou esta missa fora do Vaticano e junto dos mais desfavorecidos: já a celebrou com refugiados, por exemplo, e é a quarta vez que a passa com presos.

O rito do lava-pés é cumprido por todos os sacerdotes da Igreja Católica na Quinta-Feira Santa, que é o primeiro dia do Tríduo Pascal, a celebração cristã que homenageia a Paixão de Cristo, a morte e a ressurreição de Jesus. Por norma, os padres escolhem 12 pessoas da comunidade para protagonizarem o lava-pés, assim como Jesus fez com os discípulos pouco antes de ser morto.

Mas o Papa Francisco mudou os hábitos no Vaticano: esteve em prisões em 2013, 2015 e 2017, num centro de reabilitação para deficientes e idosos em 2014 e num campo de acolhimento de requerentes de asilo em 2016. Além disso, permitiu às mulheres que participassem no rito, já que antes ele estava reservado aos homens. Veja as imagens da missa na fotogaleria.