A cruz de Jesus do Grande Poder partiu-se esta quinta-feira depois de colidir com um semáforo em Madrid durante a procissão, segundo a agência espanhola EFE. O acidente ocorreu na rua Toledo pouco depois da saída da imagem de Cristo da Igreja de Santo Isidro, padroeiro de Madrid, mas não interrompeu a procissão.

Um dos 35 carregadores subiu ao andor e fez um arranjo provisório na cruz, que estava prestes a dividir-se em duas A imagem de Jesus do Grande Poder, esculpida em 1942 por José R. Fernández-Andes, é uma das mais seguidas da cidade, tendo estreado este ano uma túnica. A procissão do Divino Cativo, que saiu às 19h10 locais (18h10 em Lisboa) da capela do colégio Calasancio, na rua General Diaz Porlier, foi a primeira a iniciar a marcha das três previstas nesta quinta-feira santa na cidade de Madrid.

A imagem, feita por Mariano Benlliure em 1944, segue passo a passo cercada por 6.000 cravos vermelhos e acompanhada por mais de cem nazarenos ao som do grupo musical Nuestro Padre Jesús, de Leganés. A procissão, organizada pela Real Irmandade e Irmandade do Nosso Pai Jesus, o Divino Cativo, é a única que percorre o bairro de Salamanca. Minutos depois, às 19h25, saiu entre aplausos da Igreja de San Pedro el Viejo, em La Latina, a imagem de Nosso Pai Jesus Nazareno ‘El Pobre’, conhecido assim porque era venerado pelas pessoas mais modestas.