O estado norte-americano de Nova Iorque aprovou uma lei que proíbe os condenados por violência doméstica de terem armas de fogo, anunciou no sábado o governador, Andrew Cuomo.

A posse de armas de fogo já era proibida no estado de Nova Iorque para pessoas condenadas por um delito grave.

A nova legislação alarga a lista de delitos graves, passando a incluir a violência doméstica, e prevê que, após uma condenação, a pessoa perca a autorização de uso e porte de arma e tenha de entregar as armas em seu poder.

Em comunicado, o governador salienta que em 2016 foram usadas armas de fogo em 35 homicídios domésticos em Nova Iorque.