O Tottenham venceu hoje em casa do Chelsea por 3-1, em jogo da 32.ª jornada da Liga inglesa de futebol, registando a primeira vitória naquele reduto desde 1990 e aumentado para oito pontos a vantagem sobre o rival.

No dérbi londrino, um ‘bis’ de Dele Alli, aos 62 e aos 66 minutos, e um golo do dinamarquês Eriksen, aos 45+1, anularam o tento inicial do espanhol Morata, aos 30, e deram a primeira vitória aos ‘spurs’ em Stamford Bridge em 28 anos.

Quarto classificado, o Tottenham soma agora 64 pontos, mais oito do que o Chelsea, quinto, e está a dois do Liverpool, que é terceiro, mas tem um jogo a mais em relação aos londrinos.

A equipa de Antonio Conte, campeã em título, parecia querer prolongar o ‘jejum’ do rival londrino em Stamford Bridge, com um golo do espanhol Morata, aos 30 minutos, a dar vantagem à equipa da casa num encontro equilibrado.

Os forasteiros reagiram e, no primeiro minuto de descontos do primeiro tempo, um remate de longe de Eriksen bateu o argentino Caballero, que podia ter feito bem melhor.

No reatar da partida, o guardião do Chelsea redimiu-se do golo sofrido aos 60, com uma grande defesa a remate do sul-coreano Son, mas Dele Alli consumou a reviravolta dois minutos depois, desmarcado por um grande passe de Eric Dier.

O mesmo Alli aproveitou um período de desconcentração na defesa da equipa da casa para fazer o 3-1 e possibilitar outra gestão a Mauricio Pochettino, que ainda lançou Kane para o último quarto de hora, dando os primeiros minutos ao avançado inglês após lesão.

Antes, o Arsenal venceu em casa o Stoke por claros 3-0, com um ‘bis’ do gabonês Aubameyang, aos 75 e aos 86, o primeiro de grande penalidade, e outro golo de penálti do francês Lacazette, aos 89 minutos.

Na tabela, os ‘gunners’ consolidaram o sexto lugar e aproximaram-se dos ‘blues’ no quinto posto, agora a cinco pontos, enquanto o Stoke continua em zona de despromoção, no 19.º e penúltimo lugar, três pontos abaixo da ‘linha de água’.

A ‘Premier League’ é liderada pelo Manchester City, que está a uma vitória de garantir o título após ter ganhado, no sábado, no reduto do Everton (3-1), sendo que recebe, no próximo sábado, o segundo classificado, o Manchester United de José Mourinho.