Dark Mode 148kWh poupados com o Asset 1
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Os números que dão vantagem ao Real Madrid frente à Juventus

Juventus e Real Madrid encontram-se numa reedição na final da Liga dos Campeões da época passada. Os espanhóis já só têm a Champions e são superiores fisicamente: será suficiente?

i

A final da temporada passada sorriu a Ronaldo e companhia

Getty Images

A final da temporada passada sorriu a Ronaldo e companhia

Getty Images

Juventus e Real Madrid enfrentam-se esta terça-feira em jogo a contar para a primeira mão dos quartos-de-final da Liga dos Campeões. A partida é uma reedição da final da época passada e coloca frente a frente dois dos grandes candidatos à conquista do troféu. Nos próprios países, os clubes estão em momentos distintos: a Juventus está em primeiro lugar com quatro pontos de vantagem para o Nápoles e o Real Madrid, é terceiro, e já está fora da luta pelo título. Dizem os  especialistas que isto pode dar vantagem aos espanhóis, já que a Champions se apresenta como a única bóia que pode salvar uma temporada algo perdida.

O jornal espanhol As pediu a um verdadeiro especialista – Paco González, professor na Universidade de Valladolid – para comparar espanhóis e italianos a partir da perspetiva física: velocidade de jogo, o momento dos jogadores e a distância percorrida com e sem bola.

O atual bom momento de Cristiano Ronaldo é um dos principais ativos que coloca o Real Madrid um pé à frente da Juventus na partida para o jogo. Depois de uma fraca primeira metade de época, o jogador português já marcou 23 golos em 15 jogos desde o início de 2018. Mas além dos golos, Ronaldo é conhecido pela velocidade; e foi exatamente esse prisma que Paco González analisou. No que toca à distância percorrida em alta velocidade – ou seja, os sprints – avançados e defesas devem estar algo equiparados. Uns precisam de ganhar metros que podem ser essenciais para marcar, os outros precisam de se adiantar para evitar ocasiões de golo. E os números são preocupantes para a vecchia signora.

Por jogo, Cristiano Ronaldo corre 720,5 metros em alta velocidade; ao passo os centrais italianos não chegam aos 400 metros (ficam pelos 395). O internacional português completa mais 35% de sprints do que os defesas da Juventus. Mas esta diferença alarga-se a todos os jogadores das duas equipas, já que a distância percorrida a mais de 24 km/h pelos espanhóis é bastante superior à dos italianos.

Em termos físicos, o especialista consultado pelo jornal desportivo destaca ainda a velocidade com bola dos laterais do Real Madrid: sem bola, os laterais italianos (que devem ser De Sciglio e Alex Sandro, já que Benatia está suspenso) terminam os jogos com quase mais mil metros percorridos do que Carvajal e Marcelo. Ainda assim, quando colocamos a bola à mistura, os laterais madrilenos completam mais 445 metros do que os da equipa italiana.

Outro dos pontos de interesse deste Juventus-Real Madrid é o duelo entre dois médios alemães: Toni Kroos e Sami Khedira. Comparados quando à distância percorrida por minuto, os dois jogadores não apresentam grandes disparidades – ainda que, por norma, Khedira termine os jogos com mais quilómetros nas pernas do que Kroos. A diferença encontra-se, mais uma vez, quando a bola entra em campo. Em drible, o médio madrileno corre mais 16% do que Khedira.

Contudo, um dos pontos fortes de Sami Khedira são os sprints em direção à baliza: o jogador da Juventus alcança os 454 metros acima dos 24 km/h por jogo, mais do dobro do compatriota.

Números à parte, o Juventus-Real Madrid começa esta terça-feira, às 19h45.

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.