A União Europeia (UE) está disponível para retomar as negociações sobre o acordo de pescas com a Guiné-Bissau “se as autoridades legítimas” de Bissau pedirem, disse esta terça-feira à Lusa fonte europeia.

“Os contactos entre as duas partes não foram interrompidos desde o impasse [nas negociações do acordo de pesca] e a UE está pronta para retomar as conversações sobre um novo protocolo se as autoridades legítimas na Guiné-Bissau o pedirem”, disse à mesma fonte.

O protocolo de pescas entre a UE e a Guiné-Bissau expirou em 23 de novembro de 2017 e “após quatro rondas de negociações” entre as duas partes — a última das quais em 7 de junho — “não se chegou a um acordo final”, acrescentou a fonte europeia.

Segundo a mesma fonte, Bissau impôs condições financeiras “irrealistas e pouco justificáveis”, bem como “condições técnicas inaceitáveis” para que a frota da UE continuasse a pescar nas suas águas, o que levou a um impasse e consequente saída da frota comunitária das águas guineenses.