Quando parece que as coisas acalmam um bocado no futebol, eis que a bola volta a rolar e surgem os assuntos para novas trocas de palavras entre rivais e candidatos ao título. E se tivermos em conta que a vitória do Benfica em Setúbal foi conseguida após um jogo com oportunidades divididas, de grande penalidade e nos descontos, estavam juntos todos os motivos para farpas de FC Porto e Sporting após o triunfo que reforça a liderança dos encarnados.

Um jogo para gravar e mais tarde recordar. Por várias razões (a crónica do V. Setúbal-Benfica)

“Prendam-nos. Enquanto não os prenderem isto vai continuar a ser a palhaçada de sempre”, escreveu na sua conta oficial do Twitter Francisco J. Marques, diretor de comunicação dos azuis e brancos.

Iker Casillas, guarda-redes espanhol que cumpriu recentemente mil jogos como sénior na deslocação de má memória dos dragões ao Restelo, comentou também na sua contas oficial no Twitter o triunfo dos encarnados quatro minutos depois de Francisco J. Marques, juntando às frases “Quase ao mesmo tempo. Dois penáltis. Um apita-se, outro não. Boa noite” os frames do lance em que Luís Felipe carrega Salvio na área e um outro onde Amilton terá feito falta sobre Danilo nos descontos na Vila das Aves sem que a infração fosse assinalada.

Também Nuno Saraiva, diretor de comunicação do Sporting, comentou na sua página oficial do Facebook as principais incidências no Bonfim, abordando mais do que a grande penalidade que decidiu o jogo nos descontos. “E o colinho continua… Rúben Dias impune apesar de todas as agressões. E aos 92′, o mesmo árbitro que não viu o penálti em Braga sobre o Bas Dost e que expulsou Piccini considerou que o vento do Bonfim foi imprudente na entrada faltosa sobre o Salvio”, escreveu, com um vídeo da falta de Luís Felipe sobre o ala argentino.