Um cargueiro de 225 metros de comprimento e 38 mil toneladas embateu hoje, acidentalmente, contra um edifício histórico na margem do Bósforo, na cidade turca de Istambul.

O navio “Vitaspirit”, com pavilhão de Malta e procedente do Egito, dirigia-se para o mar Negro quando teve um problema nas máquinas que deixou o leme bloqueado, segundo informações da cadeia de televisão turca NTV.

Muito perto da segunda ponte de Istambul, o barco embateu na margem asiática do estreito do Bósforo, que liga os mares Negro e Mármara, e a proa chocou com o edifício conhecido como Hekimbasi Salih Efendi, da época otomana, destruindo grande parte dos andares superiores.

Conhecido por ter feito parte do cenário do filme “Rosso Istanbul”, do realizador turco-italiano Ferzan Özpetek, o edifício, datado do século XVIII, é uma das 620 “yali”, tipo de casas otomanas construídas totalmente em madeira, na margem do Bósforo, habitualmente residência de vizires ou embaixadores.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

As cerca de cem “yali” que ainda estão de pé são hoje património histórico e são das casas mais caras do mundo, podendo chegar a dezenas de milhões de euros.

Do incidente não resultaram vítimas, mas o tráfego marítimo no Bósforo foi interrompido durante horas.