O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, criticou este domingo o ataque químico que matou pelo menos 70 pessoas na Síria. Em três mensagens publicadas na sua conta pessoal do Twitter, Trump afirmou ainda que “o presidente Putin, a Rússia e o Irão são responsáveis por apoiar o animal Assad” e que há “um grande preço a pagar” por este ataque.

“Muitos mortos, incluindo mulheres e crianças, num estúpido ataque QUÍMICO na Síria. A área da atrocidade está fechada e cercada pelo Exército Sírio, tornando o local completamente inacessível ao mundo exterior. O presidente Putin, a Rússia e o Irão são responsáveis por apoiar o animal Assad. Há um grande preço a pagar. Abram a área imediatamente para ajuda médica e verificação. Mais um desastre humanitário sem qualquer razão. DOENTIO!”, escreveu Trump no Twitter

“Se o presidente Obama tivesse ultrapassado a sua linha vermelha na areia, o desastre sírio teria acabado há muito tempo. O animal Assad já seria história”, acrescentou num terceiro tweet.

Este sábado, pelo menos 70 pessoas morreram num ataque químico na cidade de Douma, um dos últimos enclaves de Ghouta Oriental ainda sob o controlo dos rebeldes sírios.

Segundo os Capacetes Brancos, uma organização não-governamental de apoio aos civis que opera nas zonas controladas pela oposição ao governo de Bashar al-Assad, é possível que o número de mortes suba.

Síria. Conselho de Segurança deve reunir-se para discutir ataque químico que matou pelo menos 70 pessoas

A organização publicou vídeos e fotografias que mostram dezenas de crianças a serem assistidas por médicos, depois de terem sido atingidas pelo agente químico — que será gás sarin e terá sido largado de um helicóptero durante a noite de sexta-feira para sábado.