Rádio Observador

Rolls-Royce

A Rolls-Royce oferece-lhe viagem por 34 mil euros

A Rolls é um construtor de uma reputação irrepreensível. Os seus veículos são tão refinados quanto luxuosos, e tão sofisticados quanto caros. Mas propor uma viagem de 5 dias por 34 mil euros é obra!

Quando se produzem automóveis com a qualidade, reputação e preço de um Rolls-Royce, não é possível propor aos seus clientes – reais ou potenciais – uma viagem inesquecível a locais como… Quarteira. Se o veículo pretende ser um exemplo do que melhor a indústria tem para apresentar, então é bom que o destino e o programa tenham isso mesmo em conta e deslumbrem qualquer um. Especialmente, tendo presente que se destina a quem já tem tudo. Ou quase.

Quando soubemos que o fabricante britânico, hoje pertença do Grupo BMW, estava a propor uma viagem de cinco dias por um valor que ronda os 34 mil euros, chegámos a pensar que seria a Marte, integrada numa promoção de Elon Musk, ou no mínimo à Lua, ou até à Estação Espacial Internacional. Enfim, qualquer coisa que ficasse eternamente gravada na memória, isto porque pelo preço pedido e pelo tipo de clientes a quem se destina, uma viagem curta a um local onde potencialmente todos já foram, corre o risco de ser encarada como sendo ‘poucochinho’. Sobretudo, para clientes que adquirem com algum à-vontade modelos como o Wraith Luminary Edition, que pode ver aqui:

Apelidada de Journey into Luxury, ou viagem ao mundo do luxo, esta proposta da Rolls pretende fazer palpitar o coração até dos que têm a carteira mais recheada. O objectivo é arrancar com as hostilidade no dia 24 de Maio, com um passeio de gôndola rumo a um dos antigos teatro da cidade, onde assistirá à ópera La Traviata, de Giuseppe Verdi. O segundo começa com uma visita ao estilista Bottega Veneta, para acrescentar mais uns milhares de euros à conta do fim-de-semana com a Rolls. Segue-se uma curta viagem de 200 km até ao lago de Garda, mais especificamente ao restaurante Oseleta, para almoçar, antes de um passeio de helicóptero transportar os convidados até ao Grand Hotel Villa d’Este, nas margens do lago de Como, não antes de apreciar, do ar, as belezas da região.

O magnífico hotel italiano é palco no dia seguinte do Concorso d’Eleganza, onde a Rolls-Royce é sempre uma das estrelas que mais brilha. Em 2017 revelou o Sweptail, um brinquedo único e deslumbrante, avaliado em 10 milhões de euros, pelo que este ano a marca inglesa tirará certamente da manga uma surpresa de igual valor. Entretanto, veja aqui como tudo aconteceu em 2017:

O último dia do programa Journey into Luxury permite finalmente que os participantes se sentem num Rolls, no qual irão dar uma volta ao lago de Como, deslumbrante visto de terra, mas incomparável quando admirado da água. E é isso mesmo que a Rolls propõe a seguir, navegar numa lancha rápida – muito provavelmente um Riva – rumo ao restaurante Locanda, na Isola Comacina, no meio do lago. Aí terá lugar o jantar de gala e de encerramento do evento, na esperança de que, para o ano, seja finalmente a vez da Estação Espacial. Pelo menos, por este valor.

Recomendador: descubra o seu carro ideal

Não percebe nada de carros, ou quer alargar os horizontes? Com uma mão-cheia de perguntas simples, ajudamo-lo a encontrar o seu carro novo ideal.

Recomendador: descubra o seu carro idealExperimentar agora

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros de órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: alavrador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)