Segurança

Finalmente! Bebés podem ser protegidos com airbag

116

Não deixa de ser curioso, ou mesmo assustador, que os bebés, os seres mais frágeis que podemos transportar num automóvel, nunca tenham beneficiado de airbag para reforçar a sua protecção. Até agora.

Vamos começar por esclarecer uns factos. Em primeira instância, o que salva a vida dos ocupantes em caso de acidente grave é o cinto de segurança, que mantém o utilizador no seu lugar, impedindo-o de embater em partes sólidas que o possam ferir. Em segundo lugar, em prol da defesa dos ocupantes, obviamente em condições normais, surge o veículo. Ou melhor, a sua estrutura, que ao deformar-se absorve grande parte da energia, reduzindo o esforço e a desaceleração a que o condutor e passageiros vão ser sujeitos. Factores que, se não forem devidamente minimizados, provocam derrames internos, especialmente ao nível da cabeça, quase sempre fatais.

Então qual é o papel do airbag? O airbag ajuda e muito. Começa por ajudar a reduzir a desaceleração (sobretudo os frontais), aqui em parceria com os limitadores de esforço com que estão equipados a maioria dos cintos de segurança. Ajuda também na redução do esforço aplicado ao nível do pescoço, com os laterais a terem outro papel, que não vem aqui a propósito. No meio de tudo isto, com vantagens tão evidentes, não deixa de ser estranho que só agora surja a primeira cadeirinha de bebé com airbag. Veja aqui como funciona:

Foi desenvolvida pela Maxi-Cosi e é conhecida pela referência AxissFix Air, modelo que já foi distinguido pela indústria por incluir uma tecnologia que tardava e que vai, certamente, diminuir os danos provocados aos mais novos em caso de embate. Tanto mais que as suas cabeças são muito mais pesadas (proporcionalmente) do que a dos adultos.

A cadeira serve crianças com alturas entre 61 e 105 cm, está equipada com fixação Isofix e tem ainda a capacidade de rodar 360º, o que não só facilita o sentar da criança, como permite que ela viaje voltada tanto para a frente como para trás, dependendo da idade e altura.

O funcionamento é simples e similar ao dos airbags tradicionais, com o sensor montado no Isofix a detectar o embate, ou seja, uma desaceleração acima do normal. Isto acciona a válvula da botija de CO2, colocada na zona posterior da cadeira, que enche quase instantaneamente (em 0,05 segundos) os dois pequenos airbags inseridos no cinto de segurança ao nível do peito.

Nos testes a que já foi sujeita, os dummies a simular crianças sentados na AxissFix Air permitiram medir uma redução do esforço aplicado na cabeça e pescoço em cerca de 55%, uma vantagem que só pode levar à democratização da tecnologia, aplicando-a a todas as cadeiras do mercado, tornando-a (idealmente) obrigatória.

A cadeira em causa é proposta na maioria dos países europeus por um pouco menos de 800€, valor que tenderá a baixar à medida que a produção aumente e a concorrência também. Avalie por si mesmo o resultado do teste:

Comparador de carros novos

Compare até quatro, de entre todos os carros disponíveis no mercado, lado a lado.

Comparador de carros novosExperimentar agora
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: [email protected]
História

In memoriam de Franco Nogueira /premium

P. Gonçalo Portocarrero de Almada

“Um homem livre, recto e determinado que lutou, com paixão, pelas suas convicções e pelas suas ideias, (…) para recuperar o espírito que fez a grandeza de Portugal”.

Justiça

Extinguir o Tribunal Central de Instrução Criminal

João Miguel Barros

Escrever que a extinção do TCIC dá um sinal errado à opinião pública porque este foi o “tribunal que mandou prender Sócrates” é não compreender a essência do que é um Tribunal de Instrução Criminal.

Lisboa

Portagens e transporte público

Luís Campos e Cunha

Tal como em outras cidades, deveria existir uma portagem a todos os carros que entram em Lisboa. Se vêm de Sintra ou da Amadora, não importa, são viaturas que utilizam os equipamentos da cidade.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)