O Fundo Monetário Internacional (FMI) antecipou que o crescimento da economia de Macau será de 7% este ano e 6,1% em 2019, numa redução do ritmo de crescimento relativamente aos 9,3% em 2017.

De acordo com o relatório Previsões Económicas Mundiais (‘World Economic Outlook’, em inglês), divulgado na sede da instituição, em Washington, a estimativa para o crescimento da economia de Macau em 2023 é de 4,3%.

O FMI previu ainda uma subida dos preços de 2,2% em 2018 e 2,4% no ano seguinte. Em 2017, o índice dos preços no consumidor teve uma variação de 1,2%. Já a taxa de desemprego não deverá sofrer qualquer alteração em relação aos 2% registados no ano passado.

No relatório Previsões Económicas Mundiais, a instituição internacional antecipou que o crescimento do Produto Interno Bruto da região asiática será de 5,6% este ano e no próximo, face aos 5,7% em 2017.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O FMI espera que a economia mundial cresça 3,9% este ano, melhorando uma décima face aos 3,8% de crescimento de 2017, ano que registou o maior crescimento desde 2011.

“O crescimento mundial fortaleceu-se em 2017 para 3,8%, com uma recuperação notável do comércio mundial, e foi liderado pela recuperação do investimento nas economias avançadas, pela manutenção do crescimento forte na Ásia, uma notável aceleração na Europa emergente, e sinais de recuperação em vários exportadores de matérias-primas”, de acordo com as Previsões divulgadas na terça-feira.