O corpo de bombeiros de Bauru, em São Paulo (Brasil) confirmou na manhã de quarta-feira ao site da Rede Globo que o teto do refeitório da Escola Municipal Diomira Napoleone Paschoal na cidade vizinha de Agudos desabou, deixando várias crianças presas sobre os escombros.

Ao Estado de São Paulo, os bombeiros avançaram que as crianças, com idades entre os 6 meses e os 3 anos, conseguiram já sair do edifício e que os feridos estão a ser acompanhados.

O centro de saúde de Agudos registou a entrada de 17 feridos, dos quais 13 são crianças, confirmou o G1 junto da unidade de saíde.

Os bombeiros estão no local, bem como muitos pais que tentam obter informações.

A câmara municipal explicou que em janeiro de 2017 a escola teve estragos provocados pela chuva e que em julho desse mesmo ano houve obras na estrutura.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O Presidente do Brasil Michel Temer já se pronunciou no Twitter, garantindo que está a acompanhar a situação e avisando que “calamidades desta natureza não podem acontecer impunemente”.