O Banco Nacional Ultramarino (BNU) de Macau, do grupo Caixa Geral de Depósitos (CGD), doou um milhão de patacas (cerca de 98 mil euros) ao Instituto Politécnico de Macau (IPM), anunciou esta quinta-feira a instituição bancária em comunicado.

O IPM tem aproveitado “as vantagens do ensino da língua portuguesa e esforça-se por implementar a decisão de transformar Macau numa plataforma de comunicação entre a China e os países lusófonos”, indicou o BNU.

O IPM tem cerca de 600 funcionários, mais de 3.200 alunos de licenciatura e mais de 17.400 estudantes. O valor doado anualmente pelo BNU é “calculado com base numa percentagem do valor gasto em compras” com um cartão do banco, lê-se no comunicado.