Concertos de Mafalda Veiga, Sérgio Godinho e Ricardo Ribeiro são os destaques da Quinzena Cultural Primavera no Campo Branco, que decorre, a partir de sexta-feira e até dia 6 de maio, no concelho alentejano de Castro Verde. A quinzena, promovida pela Câmara de Castro Verde, no distrito de Beja, é um dos momentos altos da atividade cultural e vai incluir iniciativas em várias localidades do concelho, como espetáculos de música e teatro e um ciclo de cinema português.

Uma feira de artes e produtos locais e outra do livro, atividades desportivas, como os jogos concelhios, a exposição “Imagin’Art”, com obras de pintura de utentes do Centro de Paralisia Cerebral de Beja, e as comemorações dos 23 anos da Biblioteca Municipal de Castro Verde e dos 44 anos da Revolução dos Cravos de 25 de Abril de 1974 são outras ofertas da quinzena.

Segundo a Câmara de Castro Verde, a quinzena “reafirma o compromisso do município em manter uma programação cultural diferenciada” e comemorar “datas importantes”, como o 25 de Abril, o aniversário da biblioteca e o Dia Mundial do Livro.

O programa da quinzena começa na sexta-feira, às 21h30, no Cineteatro Municipal de Castro Verde, com o concerto de abertura a cargo da cantora Mafalda Veiga e intitulado “Crónicas da Intimidade de uma Guitarra Azul”. Dos restantes espetáculos musicais previstos, destaque para os concertos do fadista Ricardo Ribeiro com o Grupo Coral “Os Ganhões” de Castro Verde, no dia 1 de maio, e do cantor Sérgio Godinho, no dia 6 de maio, ambos a partir das 21h30, no cineteatro municipal.

Da oferta de espetáculos musicais destaca-se também a estreia da performance de “spoken word” “Manual Prático Para Emoções Fortes” do projeto Napoleão Mira & Reflect, no dia 28 deste mês, a partir das 21h30, no cineteatro municipal, e o “Spring Rock Fest”, no dia 5 de maio, a partir das 16h00, no Pavilhão do Largo da Feira, com os concertos das bandas Blandis e The Lemon Lovers e a atuação do Dj Pocket.

No próximo domingo, o programa vai comemorar os 23 anos da biblioteca municipal com o espetáculo de teatro para bebés “Afinal o gato?”, a apresentação do livro “Falares e Ditarenhos do Alentejo”, do escritor Luís Miguel Ricardo, e o cantar dos parabéns.

As comemorações do 25 de abril incluem um espetáculo musical que irá decorrer no dia 24, a partir das 21h30, no cineteatro municipal, e juntar o grupo Alentejo Cantado, a Banda Filarmónica 1.º de Janeiro e a fadista Sara Gonçalves para interpretarem temas do cancioneiro tradicional alentejano e outros da autoria do cantor de intervenção e “figura incontornável da música portuguesa” Zeca Afonso. Após o espetáculo, segue-se uma arruada da banda filarmónica entre o cineteatro municipal e o Largo da Feira, onde, às 00h00, haverá fogo-de-artifício.

“A Grande Ressaca”, com os atores Carlos Cunha, Érika Mota, Nuno Pires e Lígia Ferreira, no sábado, “Stand Down”, por Ángel Frágua, no dia 27, “À Manhã”, pelo Grupo de Teatro Sénior “Em Cena”, nos dias 4 e 5, e “O Lobo Vermelho”, pelo Teatro Experimental de Lagos, no dia 5, são os espetáculos de teatro previstos.

O ciclo de cinema português vai incluir a exibição dos filmes “Aparição”, no dia 26 deste mês, “São Jorge”, no dia 30, e “Soldado Milhões”, a 3 de maio, sempre a partir das 21h30, no cineteatro municipal. O Parque Infantil de Castro Verde vai ser “o palco” da Feira do Livro, entre sexta-feira e dia 29 deste mês, com venda de livros e várias iniciativas, como apresentações de livros, conversas com escritores e sessões de contos, e da Feira de Artes e Produtos Locais, entre os dias 2 e 4 de maio.