O português Mário Patrão (KTM) foi esta quinta-feira segundo na quinta etapa do Rali Morocco Desert Challenge em todo o terreno, mas mantém a liderança nas motos, ao contrário de Paulo Ferreira (Toyota) nos automóveis. Patrão ficou a 4.08 minutos do colega de equipa e rival holandês Maikel Smits, com o francês Duong Nguyen Khoa, que tem habitualmente completado o pódio com os dois primeiros, a chegar a 34.56. Na geral, Mário Patrão soma 22:52.19, tendo Smits a 53.35 e Khoa a já distantes 2:40.51 horas.

Nos automóveis, Paulo Ferreira foi apenas sétimo, a 1:31.51 horas do colega de equipa, o francês Jean Pascal Besson, caindo assim para terceiro da geral. O polaco Jes Munk (Toyota), quarto na tirada, subiu ao comando, com o checo Boris Vaculik (Ford) a 1:00.05 horas e Paulo Ferreira a 1:01:09. Elisabete Jacinto (MAN) voltou a ser sétima nos camiões, a 48.35 minutos de Janus JR van Kasteren (Renault) que bateu o colega de equipa Gert Huzink por 16.56 e Ales Loprais (Tatra) por 17.57.

Elisabete Jacinto, que faz equipa com José Marques e Marco Cochinho, subiu assim três posições, para sexta, a 5:57.20 horas de Loprais, que tem os holandeses Martin Van der Brink (Renault) a 37.27 e Paul Verheyden (Daf) a 3:41.28. Na sexta-feira os competidores têm 306 quilómetros cronometrados entre Merzouga e Bourdnib.